27 de jan de 2008

Receber x Preguiça

Tem dias que eu quero ver minha casa cheia de gente amada, mas o corpo e a mente não querem pensar em naaaaada especial! É justamente nesses dias que eu dou graças a Deus (e os amigos também, diga-se de passagem) por ter uma padaria excelente perto de casa!

23 de jan de 2008

Felicidade pura

Casamos em 2005 e puxamos a fila! Fui a primeira das amigas a casar e também a primeira da família! De lá pra cá foram muitos outros casamentos, alguns inesquecíveis, como o do meu irmão, da minha cunhada e de alguns de nossos melhores amigos! Em todos eles eu era aquela madrinha frenética, que ajuda a noiva em tudo, fazia planilhas e sempre, sempre, parecia que eu estava casando de novo!
Amanhã a cena vai se repetir! Uma grande e amada amiga vai casar e eu vou estar lá, pra vê-la lindona, começando mais uma fase tão maravilhosa da vida dela! Por causa disso eu tô sem sono, fico nervosa, ansiosa, com frio na barriga! Liguei pra ela milhares de vezes essa semana!
Parabéns, amiga, parabéns! Em menos de 24 horas estaremos celebrando juntas, com muito riso, muita lágrima, muito amor!!!
Love you!

20 de jan de 2008

Livro da semana

Minha relação com a cozinha mudou completamente depois que eu descobri o mundo dos blogs culinários, como já havia mencionado aqui. Por isso que ontem, depois de um almoço delicioso com o maridinho e uma voltinha na livraria, voltei pra casa com esse livro.
Julie Powell, a autora, num momento de crise pessoal, decidiu que passaria um ano cozinhando receitas francesas de um livro surrupiado da cozinha de sua mãe. Livro esse, escrito por Julia Child, que até então eu desconhecia por completo, mas, nas palavras da Rita Lobo (o prefácio é dela), é uma espécie de substituta (norte-americana, claro) da Ofélia.
Agora, o meu interesse maior se deu porque o livro foi baseado num blog! Sim, Julie enfrentou o desafio de fazer 524 receitas em um ano e relatar a experiência diariamente em um blog. Tanto que em 2006 Julie ganhou o "Blooker Prize", prêmio dado aos melhores livros criados a partir de blogs.
Uma leitura de lazer fácil, leve e descompromissada!

14 de jan de 2008

Paleta de cores

A dica veio do Favoritos e eu gamei, por isso estou repassando aqui!
O Wear Palettes é um blog que cria paletas de cores com base nas fotos do The Sartorialist.
Super bacana e super útil!

12 de jan de 2008

Design Nacional

Tenho que admitir que, tivesse eu mais dinheiro e mais espaço em casa, tudo seria diferente. E, antes de você ler o post, deixa eu explicar, bem explicadinho, que eu não entendo de design, nem de arquitetura, mas adoro o assunto e, portanto, minhas opiniões são leigas, mas de coração. Se você procura opinião de expert, aqui não vai achar! rsss

Bom dito isso, vamos ao que interessa, sou completamente apaixonada pelas criações do Sérgio Rodrigues e ultimamente tenho sonhado com a poltrona Diz, essa aí de baixo.

Eu realmente admiro o jeito como ele deixa o contorno dos móveis tão natural. A sensação que eu tenho é que a poltrona simplesmente surgiu no meio da mata, de tão perfeitinha que é!

O talento de Sérgio Rodrigues é inquestionável e reconhecido mundialmente. A sua criação mais famosa é a Poltrona Mole (essa em que ele está sentado na foto abaixo), mas confesso que ela não está entre as minhas três queridinhas! rsss

Junto com a Diz (que foi criada em 2002), as duas peças abaixo formam o meu trio de objetos de desejo assinados por Sérgio Rodrigues.
Cadeira Lúcio (1956)
Banco Mocho (1954)

11 de jan de 2008

Mi Buenos Aires Querido

Patinho feio da decoração

A gente, sem perceber, carrega muito preconceito nessa vida. E não seria diferente no quesito decoração, não é mesmo?
Quando decidimos casar, e eu comecei a arrumar meu apartamento, foi que me dei conta de como as pessoas dão importância as coisas que estão na moda pra arrumar casa delas. E mais, comecei a me dar conta que tem certos objetos e móveis que são desprezados sem dó nem piedade!
No meu caso, esse blá blá blá todo girou em torno da minha estante de metal!!! Sabe aquela estante de repartição pública? Ahã, pois é, ela mesmo! E pode parar de me olhar torto, porque ela ocupa lugar de honra na minha casa e depois de estar ali, acredite ou não, muitos amigos começaram a olhar pra ela com outros olhos! E até mesmo, vejam só, a admirá-la e desejarem uma para si!!! rssss
Minha tia, que tem um super bom gosto, montou um escritório clássico e elegante na casa dela usando, acredite, estantes de metal! E usou 4 enormes!!! Ficou lindo, garanto!
Veja bem, acho que ela pode não ser uma estante lindíssima, mas feia eu (sinceramente) acho que ela não é, tem seu charme! Além do que, ela é fácil de ser montada e desmontada, de fácil adaptação e neutra, logo, tem milhões de utilidades e muitas formas de ser usada.
Há uns posts atrás a Katita, do Rainhas do Lar, escreveu justamente sobre a dela, que fica na cozinha!
Hoje, ao chegar em casa com minha revista Casa e Jardim, encontrei uma linda forma de usá-las, na matéria "Alma colecionadora", que mostra a casa de uma estilista. Ela colocou a estante na cozinha, mas suspensa, em cima da bancada, até o teto!!! Veja na foto aí de baixo!
Espero ver muitas outras vezes essa peça tão desprezada aparecer por aí, lindona, mostrando seu poder!!!! Eu, agora vocês já sabem, sou fã!

9 de jan de 2008