11 de mar de 2008

Viajando pela arquitetura

Outro dia, conversando com uma amiga que tinha acabado de voltar de um cruzeiro pelo Caribe, comentei que, apesar de querer conhecer aquele canto lindo do mundo, tenho outras prioridades para o meu passaporte.

Cheguei a conclusão que sim, quero conhecer o mundo inteiro (quem não quer, afinal?), mas tenho muito mais prazer em visitar uma cidade com história e com uma belíssima arquitetura do que viajar pra me refastelar em uma praia.

Vejam bem, creio que uma viagem para uma praia paradisíaca ou uma aventura ecológica têm seu charme e claro que muitas vezes sonho com isso! Mas acho que viver ao lado da praia diminui um pouco essa minha vontade. E, também eu gosto mesmo é de ver cidade bonita arquitetonicamente!

Se tem uma coisa que me encanta em qualquer viagem é andar sem rumo por ruelas com lindas casas, descobrir fontes, praças, prédios decadentes mas que já tiveram seus dias de glória...

Não à toa que, quano tive a oportunidade de fazer um intercâmbio, decidi ir para Montréal, no Canadá, porque eu já havia estado na cidade uma vez e fiquei encantada com a parte velha da cidade! Fora que mais encantadora ainda era a cidade de Quebéc, que ficava ali do ladinho, onde fui passear algumas vezes!!!

O Brasil tem cidades riquíssimas em arquitetura colonial, que é uma das minhas paixões! (Ah, deixa eu esclarecer uma coisa aqui, rapidinho, não sou arquiteta, não entendo de arquitetura, apenas sei apreciar o que meus olhos gostam de ver e meu coração gosta de sentir!)

Acho que uma cidade arquitetonicamente bela nos remete a tempos que não pudemos viver, nos chama a desvendá-la, nos convida a viver com mais intensidade, enfim, emociona!

Para exemplificar, duas cidades brasileiras que eu amo de paixão e uma outra que espero conseguir visitar até o fim do ano!

Tiradentes que, com seu casario colonial e ruas de paralelepípedo, deixa qualquer casal super apaixonado.

Paraty, a prova de que você pode ter praias deliciosas com arquitetura encantadora.

Olinda, que tal qual Paraty, conjuga a arquitetura com a beleza natural!

9 comentários:

Lú! disse...

Querida Marina!!!!!
Acho que temos realmente muitas coisas em comum!
hihihihih
Pra mim, não tem nada mais maravilhoso no mundo, do que belas paisagens...mas com muita história junto com elas!!
Já visitei esses lugares que citou aqui no Brasil, e algumas no exterior tbém...
Meu Deus! mais ainda quero conhecer tanta coisa....rsrsrs
Quem não quer né?!
Mas agente ainda tem muito muito tempo para isso!!!
Bjoss pra vc!
E mais uma vez ameeeeei o post!
Vc é uma querida!
:)

Vera disse...

Ótimas escolhas...principalmente Tiradentes que pra mim é a mais linda!
Bjo
Vera

Marina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marina disse...

Lú, se Deus quiser esse ano vou conseguir ir a uma cidade no Urugay chamada Colonia del Sacramento, que é assim tb! Aff! Tô super feliz!
Temos muuuito tempo pra isso! Pelos menos eu espero! rsss
Vc tb é muito queridnha, viu?
Uma beijoca


Vera, Tiradentes é um luxo, né? Pra mim é a cidade mais gostosa de Minas e uma das mais do Brasil!!! Tb acho a mais linda dessas três!
Ano passado fui com o marido, ele ainda não conhecia! óbvio que adorou!
beijos pra você!!!!

Luzinha disse...

também tenho esse tipo de interesse histórico nas viagens. não sou muito de viajar, porque gosto mesmo é da minha casa, tanto que quando viajo, a melhor parte, prá mim, é voltar. mas quando eu vou sepre procuro lugares que tenham "coisas a contar". enriquece a viagem e acrescenta à vida, né?

ai, o extreme make over... ai meu pai eterno! poisintaum eu também não vejo o extreme make over? af! e no sábado eu me "planto" em frente à TV e vejo TODA a programação do A&E sobre decoração e reformas... A-d-o-r-o! pessoa das mais doidas eu... aeiouhaeiouhaeiouh!

Daniel Figueiredo disse...

Adoro louça branca fenestrada, aquela fruteira eu encontrei numa feirinha de antiguidades, é uma de um par, tenho a outra que é maior. Sempre que encontro alguma louça fenestrada (hehe ou rendada como você disse) compro, mas são meio difíceis de encontrar, eu pelo menos acho. Ah, você comentou que tem uma igual, sabia que pode usar ela de uma forma diferente? Passando uma fita de cetim pelos passadores e terminando em um laço, fica bonito!

Marina disse...

Luzinha, então somos duas! kakakakaka
Se deixar não vivo pra ficar vendo aquele programa e choro até dizer chega! kakakakakaak

E, ó, tem um outro que eu tô até evitando assistir pra não viciar tb: "Top Design" da Sony, que é um reality pra ver quem é o mehlor decorador de todos! aff!

Eu tb adoro voltar pra casa, mas amo enlouquecidamente sair tb! rsss! Fazer mala é comigo mesmo! rsss

Beijocas, querida!



Daniel,
"louça fenestrada"!!! aff! que coisa chique, heim! Eu falo rendada pq não sabia que tinha esse outro nome elegante! rssss
Vou passar a usá-lo agora!!! Bom, vou tentar, pq acho rendada tããão meiguinho! rsss
Eu ganhei as minhas da Roberto Simões.

Olha, eu simplesmente adorei, ADOREI a dica da fita de cetim! Vou fazer qq hora!

Só pra constar, fico encantada com o jeito que cozinha e prepara os pratos, viu? Nunca comento pq seria reduntante ia ficar dizendo "Nossa, tá lindo!!!" ou "Meu Deus, que capricho!" o tempo todo! rsss
Mas sério, tô pra ver tanto capricho e delicadeza como nos seus prato!

Beijocas, viu?

Jesus Cordeiro disse...

Marina querida!
Sabe o acho mais gostoso? (já tou a falar brasileiro ahahah),é essa menina aí, a nossa Lú querida, que me rouba as palavras antes de eu as dizer,ahah, já várias vezes, após ver os seus post e ir pra fazer comment, num ápice penso nas palavras, e quando abro pra escrever, a Lú já começou a escrever o que eu ìa dizer rsrsr, ahah..portanto eu subscrevo o que a Lú disse logo no inicio...só que não visitei nada no Brasil ainda ...mas vou visitar, quem resiste a não encontrar-se com vocês um dia destes? ah, mas quando vierem a Porugal também se vão deliciar, locais lindos carregados de história, não faltam por cá.
Marina, adorei o post, vc tem esse condão de me fazer um roteiro prévio...obrigado querida.
Bjinho

Marina disse...

Ju querida,

tenho loucura pra conhecer Portugal! Dentre as diversas razões, três são mais latentes:
1) a arquitetura, afinal, essa arquitetura que tanto amo é herança de vcs, né? rssss
2)os doces e a comida! :P
3) o sotaque portugues que eu tanto adoro! rssss

Agora posso incluir uma quarta, que é conhecer vc de pertinho! :)

Tenho certeza que vou cair de amores por essa terra!

Um beijo enorme!