25 de set de 2008

Bodegas Mendozinas (3) - Familia Zuccardi

Havia prometido escrever sobre a visita a Familia Zuccardi e, como tardo mas não falho, aqui vão as minhas impressões! Como recebi um número razoável de e-mails pedindo informações, vou deixar aqui algumas dicas mais práticas também! Desculpa se o post ficou grande demais!

Realmente a visita a esta bodega vale a pena! Foi uma das melhores refeições da viagem não só pela comida deliciosa e farta, como pela bela arquitutura do restaurante e sua localização (bem no meio dos parreirais e com a Cordilheira dos Andes ao fundo), pelo capricho com o paisagismo e decoração e pelos bons vinhos.

Fotos da casa que concentra a degustação, a loja e a administração

O passeio que nós fizemos incluia não só a visita como também um almoço. Nós reservamos os passeios no primeiro dia em Mendoza, numa agência recomendada pelo hotel (fizemos uma pesquisinha básica, antes de fechar com essa agência e os preços não variavam muito!). Compramos um pacote exlusivo, onde nós éramos os únicos no tour! Ou seja, pagamos por um carro com motorista, duas vinículas e uma aceiteira, incluindo o almoço da Zuccardi!

Há também a opção de alugar um carro e ir visitar as bodegas desejadas por conta própria! Nós optamos por não fazer isso não só porque iríamos beber, como também porque já tínhamos a informação de que não era tão fácil achar as estradas corretas para chegar a algumas bodegas! Quem, no entanto, optar por alugar o carro, deve cuidar para reservar as visitas as bodegas, bem como o almoço, se quiser! Assim que chegamos a bodega, fomos direto para degustação (que geralmente é no final!) e provamos 5 vinhos bem gostosos (eu não entendo de vinho, mas sei do que gosto!), cujos nomes eu não lembro mais devido ao meu "teor alcóolico" no momento da degustação! Também não me lembrei de tirar fotos dos rótulos! rsss

Fizemos, também, uma degustação dos azeites que a Zuccardi está produzindo! Provamos três azeites diferentes que achei bem normais, sinceramente, não se comparam ao azeite da PasRai!

Em seguida, fomos com um pequeno grupo visitar a parte da produção. Confesso que achei a visita um pouco chata e desinteressante, é bem verdade! Ela é bem mais industrial que a outra bodega que visitei! O vinho que hoje é o carro chefe deles é o Santa Julia, que leva o nome da filha do dono da bodega!

Assim que a visita acaba, a guia nos deixa estrategicamente na loja da bodega, mas nós já estávamos famintos e decidimos ir direto para o restaurante! Para chegar ao restaurante nós precisamos atravessar os parreirais, que mesmo "carecas", são lindos! rssss
O nosso almoço foi tão farto e tão agradável que nós ficamos quase 4 horas sentados só aproveitando! rsss Nosso menu incluía pães com pastas e azeite de entrada, um consomê bem gostoso (mas de algo não identificado!), empanadas, salada verde, legumes grelhados, assado criollo (era muita carne deliciosaque não parava nunca de ser servida!), sobremesa e bebida (vinho branco, malbec e um para acompanhar a sobremesa! Além de água e refrigerante)! Basta dizer que comemos tanto que não jantamos nesse dia! A mesa estava impecavelmente posta e o atendimento foi espetacular! Deixo as fotos para vocês conferirem!

11 comentários:

Vivian disse...

Que lindo o passeio. Estou planejando uma viagem a Santiago e o teu blog vai me ajudar muito !! Se tiver mais dicas, pode postar, que eu agradeço rs
bjos

POPI by Paula disse...

Que PASSEIO MERREVILHOSUUUUUUU
Nossa q lugar lindo!!!!!
Tudo super especial
De vinhos , entendo como vc, sei do q gosto.
Bjucas
Paula

Lú! disse...

Queridaaaa, não se desculpe! o post estava assim ..um passeio pra mim!
rsrs
Que meravilhaaaaa!
E que perfeito só vcs 2!
ai ai...preciso taaaaanto viajar...
kkkkkkk
Bjocas!
=)

Marina disse...

Vivian, vc vai fazer a travessia do Chile pra Argentina?

Paulinha, lindo mesmo! Na degustação o povo ficava fazendo aquelas coisas com a taça e dizendo que o vnho era encorpado, com toques aveludados e coisa e tal... rsss E eu só fingindo!
kakakaka

Lúúúúú, que bom que vc gostou!
Mas não estávamos só nós dois! Minha mãe e meu padrasto foram conosco pra lá!
Foi uma delícia ter a companhia deles, pois desde que eu casei nunca mais viajamos pra lugares "desconhecidos" juntas... só viagenzinha pequena mesmo!
Foi bom demaaaais!
Beijinhos

Sandra... disse...

Marina, si bien visité bodegas cuando estuve en Mendoza, la de la Familia Zuccardi no la conocía.. es bellísima y por lo que veo lo pasaste lindo no???
Besos y que tengas un hermoso fin de semana♥

Mariella ;) disse...

pero que lindo lugar!!!

me parece encantador!!!
paso a conocerte y dejarte mis saludos!!!

Cinthya Rachel disse...

que delícia ma! qdo eu for pra lá vou pegar umas dicas com vc!

Mi e Bê disse...

Lugar de beeza onírica. Beijos.

Anônimo disse...

Carácoles, vc acertou em tudo. Só pecou numa coisa: descrever a sensação de ter que voltar deste lugar lindo!!!

MarySandri disse...

Oi!! Gostaria de sber qual a outra vinícola que vc visitou... e também se se lembra do nome d agencia aonde vcs contratarmo carro com motorista.
Obrigada!!

Marina disse...

MarySandri,

não me lembro o nome da agência, infelizmente! Sei que tinha um nome numa lpíngua no leste europeu! rsss

E o nome da outra bodega é Bodega Lopes, tem um post aqui no blog sobre ela, [e só vc dar uma olhadinha!

Não achei seu e-mail (acho que vc não deixou), espero que vc volte aqui pra ver essa resposta! rsss
Beijoca